Uma paciente diabética de 59 anos terá a perna direita amputada, na altura da coxa, após ver o membro necrosar enquanto aguardou nove dias por atendimento na rede pública de saúde de Guarujá (SP). O hospital não se posicionou sobre o assunto.


A mulher, que preferiu não revelar sua identidade, se feriu no pé e deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Rodoviária em 7 de abril, onde ficou internada. Devido à diabetes, a cicatrização da paciente acontece de maneira muito lenta e requer tratamento médico adequado o mais rápido quanto possível.


Ela estava internada no pronto-socorro esperando por uma vaga no Sistema Único de Saúde (SUS). A unidade de saúde referência no caso dela seria o Hospital Santo Amaro, que não abriu leito para a internação à tempo de salvar sua perna. Uma infecção afligiu o pé ferido da mulher e rapidamente necrosou o membro, começando pelos dedos.


A vaga finalmente saiu e a mulher foi transferida na última sexta-feira, 16, mas já era tarde: após exames, a equipe médica do hospital determinou que ela terá o membro amputado até a altura da coxa.



A assessoria de imprensa do Hospital Santo Amaro não se posicionou sobre a demora na liberação da vaga até o momento.


Fonte: Redação Terra